sexta-feira, 29 de junho de 2012

reunião da Comissão de Mobilização - 29/06 unidade I - 14:00 hs

(...) informo que amanhã haverá uma reunião da Comissão de Mobilização da Greve, na unidade I (em frente ao quartel), as 14:00 horas. Por favor, contribuam com as ações de mobilização. Atenciosamente. Profa. Maria Celma. ADLeste - S. Sindical.

PEQUENO ENSAIO EM CINCO PONTOS - Antonio Rodrigues Belon

1. CONJUNTURA O momento é de observar atentamente a conjuntura mundial de crise do capitalismo; a nacional de redução do crescimento e de enfraquecimento do governo, por abandono progressivamente escancarado dos trabalhadores, acentuadamente do setor público e da educação; a local (Mato Grosso do Sul e Três Lagoas) pela vivência de um processo de industrialização e seus desdobramentos estaduais e municipais. 2. PROIFES A caracterização necessária desta federação sindical siamesa ao governo ─e aos dirigentes locais de plantão─ a posição política decorrente impõe a compreensão da condição de assessoria do governo presente entre nós disfarçadamente. 3. FUNCIONALISMO E ESTUDANTES A inclusão na pauta das discussões e no programa das ações da unidade com a greve dos SPFS (servidores públicos federais) e Estudantes, em aproximação com a FASUBRA, o SINASEFE e a ANEL, não comporta adiamentos e fugas. 4. ANDES-SN Acompanhar e determinar na perspectiva da organização das bases as ações da direção do ANDES-SN no desfecho da greve. Mais do que repercussões econômicas, por si importantes, importa considerar o futuro das lutas e das universidades brasileiras. 5. A GREVE É DAS BASES Ela é uma rica experiência de organização de categorias da classe trabalhadora pelas bases. Isto traz implicações sindicais, na instância da central (CSP-CONLUTAS) e estratégicas. O MOMENTO HISTÓRICO DESCARTA EQUÍVOCOS E OMISSÕES.

ESTUDANTES SE JUNTAM E PASSAM A NOITE ACAMPADOS EM FRENTE A UFMS CPTL II : do dia 28/06/2012 á 29/06/2012.

Confiram mais detalhes sobre o acampamento dos estudante e o movimento estudantil na rádio caccula, não perca imperdível, fotos e reportagem feita pela rádio.....

quarta-feira, 27 de junho de 2012

MANIFESTAÇÃO DE ESTUDANTES QUINTA 28 DE JUNHO A PARTIR DAS 19 HORAS NA UNIDADE II DO CPTL

Nesta quinta (28) faremos uma mobilização na Unidade II a partir das 19h com piquete de convencimento, as 19h30 no corredor próximo ao xerox com faixas, cartazes e apitaço, e as 20h30 vamos para a frente do campus, e lá passaremos a noite. Essa manifestação será feita por acadêmicos de todos os cursos, com o propósito de chamar a atenção do diretor de câmpus e da reitora sobre os problemas aqui existentes. Gostaríamos do apoio e da participação de todos (alunos da UFMS e do IFMS, professores e técnicos) Pelo movimento estudantil

terça-feira, 26 de junho de 2012

PANFLETAGEM NA FEIRA, DIA 27/06/2012‏

TODOS NA PANFLETAGEM AMANHÃ (27/06) AS 19 HS, NA FEIRA NOTURNA DE TRÊS LAGOAS. PONTO DE ENCONTRO NO INÍCIO DA FEIRA, PRÓXIMO À ESTAÇÃO FERROVIÁRIA. TODOS COM A CAMISETA DA GREVE. Diretoria da ADLeste-S.Sind (2011-2013) Novo |

FUNCIONÁRIOS DO CÂMPUS CPTL ENTRAM EM GREVE

Em assembleia na última sexta-feira funcionários técnicos e administrativos do Câmpus de Três Lagoas aderiram ao movimento grevista. Apenas serviços essenciais não serão interrompidos. Bem vindos à luta companheiros!

SAIU NO CORREIO DO ESTADO ARTIGO DO PROFESSOR VITOR WAGNER SOBRE A GREVE

GREVE NA UFMS (publicado no Correio do Estado, p.2, de 18/06/2012) Por Vitor Wagner Neto de Oliveira. UFMS/Campus de Três Lagoas.vitorwagnern@yahoo.com.br Vivemos uma onda de greves no setor público e privado. Em maio, oito capitais foram paralisadas por greves de metroviários e trabalhadores dos ônibus urbanos. Na educação básica greves surgem em diversos estados e municípios. A insatisfação se generaliza para categorias do Judiciário, Executivo e Legislativo. O ânimo para a greve em órgãos federais e entre os trabalhadores das Universidades que, passados onze anos, paralisam por tempo indeterminado, é a antítese de um modelo que garante lucros para poucos com base na exploração de muitos. Ao mesmo tempo em que o governo desonera o empresariado ao reduzir impostos, como no caso de 15 setores empresariais que deixarão de pagar os 20% do INSS, arrocha os salários do setor público justificando ser redução de gastos. É o trabalhador que paga pela crise! A greve nas universidades tem questionado essa lógica de mercado imposta aos educadores. A expansão das Universidades Federais nos últimos anos veio acompanhada pelo agravamento de problemas que comprometem a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão. Os afastamentos por problema de saúde se tornam rotina nas Universidades, pelo ritmo de trabalho, num modelo que cobra do professor-pesquisador produção quantificada. Não se avalia o docente pelo seu papel formador na graduação e ou pela construção do conhecimento, mas pela quantidade de artigos publicados, de bolsistas e de projetos aprovados com recursos externos. A estabilidade na carreira de professor-pesquisador é essencial para garantir o crescimento da Universidade com qualidade. Por isso, hoje se coloca como urgente a reestruturação da carreira docente como única para todos os docentes das Universidades Públicas Federais, incluindo aí os Institutos Federais e Colégios de Aplicação. Este é o foco do movimento grevista deflagrado pelo ANDES-Sindicato Nacional dos professores do ensino federal. A carreira docente deve garantir salário digno e segurança aos trabalhadores da educação. Baixos salários, falta de funcionários, condições de trabalho precárias, salas lotadas e carga-horária elevada não coadunam com a educação de qualidade. Estes fatores têm contribuído para a evasão escolar que, no caso de alguns centros como de Três Lagoas, são agravadas pela inexistência de Moradia Estudantil e Restaurante Universitário, instrumentos comprovadamente eficazes para a permanência do aluno trabalhador e/ou daquele oriundo de outra cidade. Em vista dessas contradições da política governamental que discursa sobre a ampliação do ensino superior, mas na prática o inviabiliza professores da UFMS, Campus de Três Lagoas, deflagraram greve no dia 12 de junho, com o apoio do Movimento Estudantil e acompanhando o movimento nacional, iniciado em 17 de maio. Hoje são 51 instituições em greve, das 59 universidades existentes. Essa mobilização nacional demonstra o movimento sindical para além dos gabinetes petistas.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

GREVE NA RÁDIO CAÇULA HOJE (25 de Junho) entre 11 horas e meio dia

Pessoal, o professor Lourival dos Santos, do comando local de greve, concedeu entrevista para o jornalista Romeu na Rádio Caçula de Três Lagoas. A entrevista deve ir ao ar entre 11 horas e meio dia. Pode-se acessar a rádio ao vivo pela internet (copie e cole o link abaixo em outra página de seu navegador) http://www.radiocacula.com.br/radio.html Contamos com sua audiência!

sábado, 23 de junho de 2012

DECISÕES DA ASSEMBLEIA DO DIA 21 DE JUNHO

Nem mesmo a persistente chuva arrefeceu os ânimos na assembleia da ADLESTE que decidiu pelas seguintes ações: *participação no Comando Unificado Estadual de Greve; *indicação de delegados para o Comando Nacional de Greve; *contato com os sindicatos e Institutos Federais de Mato Grosso do Sul, solicitando moção de apoio para a Greve. * contato com as rádios de Três Lagoas para o esclarecimento dos motivos da Greve. * contato com a Câmara Municipal de Três Lagoas, a partir de um documento encaminhado ao Presidente da Câmara, para a leitura em Plenário, com o esclarecimento dos motivos da Greve.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Protesto de alunos da UNIFESP na Avenida Paulista

Pessoal, eles pedem moradia e ocupam as ruas por isso. E nós? Confira a matéria completa (copie e cole o endereço abaixo em outra aba de seu navegador) http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1106634-em-protesto-grupo-de-alunos-da-unifesp-bloqueia-a-av-paulista.shtml

Comunicado do Comando de Greve Local - CPAQ/UFMS

O Comando de Greve do Campus de Aquidauana da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, em reunião realizada no dia 18 de junho do corrente ano, estabeleceu alguns encaminhamentos para as atividades acadêmicas. É importante ressaltar que o Comando Local de Greve deve esperar as deliberações do Comando Geral de Greve da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, a partir de reunião a ser possivelmente convocada para esta semana. Entretanto, o Comando de Greve do CPAQ/UFMS compreende que tal movimento se efetiva pela base. Por essa razão, apresenta o que segue: I) Definição (provisória) das “atividades essenciais” a serem mantidas no contexto da greve: 01) Atividades que envolvam prestação de contas, relatório, prazos e agências fomentadoras e questões externas (PIBIC, PIBID, PERMACÊNCIA, PROEXT e contratos); 02) Relatórios internos da UFMS (PIBIC, PIBID, PERMANÊNCIA, PROEXT entre outros); 03) Estágios (pois as escolas tem calendários próprios) mas o professor deve orientá-los, sem finalizar a disciplina. O relatório final será recebido no retorno da greve; 04) Reuniões de Conselhos, Comissões e colegiados de curso; 05) Atividades de pós-graduação; II) Enviar contribuições para a lista de “atividades essenciais” para o Comando de Greve Local. III) PROGRAMAÇÃO - Dia 18/06: 19:00 - Assembléia discente; - Dia 19/06: Consulta para Reitoria; - Dia 20/06: 14:00 - Assembléia docente – informes e consolidação da pauta local; - Dia 21/06: Exibição de Filme (Projeto Cinema em Foco), seguido de debate; - Dia 22/06: Reunião do Comando de Greve do CPAQ/UFMS para avaliação da mobilização da semana e programação das atividades da semana seguinte. - Dia 22/06: Panfletagem Aquidauana/Anastácio. Mobilização/Comunicação 1- Participação dos docentes em programas de rádio em Aquidauana e Anastácio; 2- Realização de atividades político-culturais; 3- Elaboração de material impresso para divulgação das atividades; 4- Utilização das redes sociais (facebook) para divulgação de nossas atividades e mobilização. Saudações, Comando de Greve do CPAQ/UFMS

EM ASSEMBLEIA REALIZADA EM 18/06/2012 ALUNOS DA PEDAGOGIA DEFLAGAM GREVE!!!!

Será protocolado na direção do campus de Três Lagoas o documento com a pauta de unanimidade da adesão a greve. Assim, que Protocolado o documento será publicada a carta de greve do curso de licenciatura em Pedagogia. Informação Discente do curso de Pedagogia

segunda-feira, 18 de junho de 2012

NOTA DO CNG ANDES SN SOBRE O ADIAMENTO DA REUNIÃO COM O GOVERNO

O Comando Nacional de Greve (CNG) dos docentes do ANDES -SN comunica que a reunião de amanhã, dia 19 de junho, foi adiada por telefonema à presidente do ANDES-SN e o adiamento foi confirmado via Ofício Circular n. 03/2012 da Secretaria de Relações de Trabalho no Serviço Público, assinado pelo secretário Sérgio Eduardo Arbulu Mendonça. O secretário justificou o adiamento por não terem podido fazer reuniões necessárias com outros setores do governo. Em decorrência disso, o CNG informa que estão mantidas as vigílias em todos os estados e o ato do dia 19 de junho de 2012, em frente ao Bloco C da Esplanada dos Ministérios das 9:00 às 11:00, para marcar o protesto da categoria frente a suspensão da reunião.

ATIVIDADES ESSENCIAIS DURANTE A GREVE

Prezad@s professor@s: Abaixo o modelo de formulário para solicitação de continuidade de atividades essenciais. Podem reproduzi-lo em documento de texto (como "word") e enviar o formulário preenchido para: eticanaufms@hotmail.com. Clique na imagem abaixo para ampliar:

DECRETADA A GREVE NO CAMPUS DE CAMPO GRANDE

Finalmente na última sexta-feira dia 15 a ADUFMS, depois de muita pressão, comunicou oficialmente a greve para a reitoria que deve ter início na quarta dia 20. Na primeira assembleia dia 5 de junho a quase totalidade dos participantes votaram pela greve, mas a diretoria da ADUFMS mudou o rumo dos encaminhamentos no meio da plenária e considerou o voto não pela greve, mas pelo estado de greve. Na segunda assembleia, dia 11 de junho, entre 77 professores filiados (os não filiados não puderam votar) foram contabilizados um votou contra a greve e 64 a favor da greve para ser iniciada já no dia 12. No meio da plenária a diretoria da ADUFMS mudou o rumo dos encaminhamentos e alegou que era preciso no mínimo 204 votos para oficializar a greve, porque assim reza o estatuto do sindicato. Então acordou com os ainda presentes no final da plenária que consideraria a assembleia permanente até que os votos necessários em todo o estado atingissem os 208, ou um quarto do total de filiados no referido sindicato. Já na Assembleia do dia 15, ao perceber que o número de professores presentes atingiriam o total de um quarto somados aos da assembleia anterior, mudou novamente o rumo dos encaminhamentos e apresentou a proposta de fazer um plebiscito durante os próximos dias. A plenária ainda lotada repudiou ostensivamente e a diretoria da ADFMS foi obrigada a fazer a contagem dos professores presentes que ainda não haviam assinado na assembleia anterior e o minimo de um quarto foi atingido. Ainda sob pressão a diretoria do sindicado fez imediatamente um ofício para a reitoria comunicando o início da greve para o dia 20, porque, segundo eles é necessário para cumprir a lei que obriga a comunicação da greve com 72 horas de antecedência. Finalmente conseguimos eleger um Comando de Greve e estamos fazendo os encaminhamentos necessários para o fortalecimento da greve prevendo uma grande manifestação no Campus na tarde de quarta-feira. Iniciaremos um arrastão com bateria e performances no CCET, caminhando pelos corredores centrais até o paliteiro. TODOS ESTÃO CONVIDADOS PARA FORTALECER O MOVIMENTO. Quarta-feira, as 15 horas do CCET até o Paliteiro. Prof. Paulo Paes Comando de Greve - UFMS\Campo Grande

sábado, 16 de junho de 2012

GREVE DOS PROFESSORES TOMA O ESTADO DO MATO GROSSO SUL VEJAM!!!!

A UFMS ESTÁ EM GREVE!! Colegas, ontem (15 de junho de 2012) depois de muitas discussões finalmente foi decretada "oficialmente" a greve dos professores em todos os campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, a paralisação das atividades acontece a partir do dia 20 de junho, quando se oficializa a grave. Foi nomeado um COMANDO DE GREVE que na segunda feira realizará varias reuniões para organizar a mobilização dentro de universidade e comunicar a sociedade a respeito do andamento da grave. Saudações Margarita Victoria Rodríguez CCHS/Campo Grande

Ofício protocolado junto à Reitoria comunicando a Greve no CPTL e apresentando a pauta de reivindicações!!!!!

Já foi realizada a primeira reunião com a direção do CPTL (para quem também comunicamos a pauta) dando inicio à negociação de alguns pontos.
Pretendemos fazer uma reunião com a Reitora a partir do Comando de Greve Unificado.

Saudações sindicais e universitárias.

Diretoria da ADLeste-S.Sind (2011-2013)

ALUNOS E PROFESSORES DA UFMS DO CPTL FAZEM PIQUETE DE CONVENCIMENTO NO CAMPUS II NESSA SEGUNDA-FEIRA 18/06

Piquete de convencimento nessa segunda-feira a a partir das 6h50 e 18h50 contamos com sua participação.

Compareçam!!!!!!!!

ATIVIDADES DA GREVE A PARTIR SEGUNDA-FEIRA DIA 18/06/2012


Comissão de Mobilização
01) Continuidade das atividades de PIQUETES de convencimento na 2ª feira – 18/06 nos horários de 6:50 e 18:50, utilizando nuguetes nos carros que queiram aderir ao movimento;
02) Confecção de panfleto a ser entregue na feira livre, 4ª feira 20/06 às 19:00 horas, com esclarecimento sobre o movimento;
03) Nas semanas seguintes, atividades na feira e/ou praça como:
*palestras; contação de histórias; teatro (contatar o grupo Identidades); projeção de documentários (ex: “o ouro azul”); shows com acadêmicos e professores;
04) Carreata de professores e compra de nuguete branco para pichar os carros dos que aderiram a greve e/ou simpatizantes;
05) Envio de comunicação das atividades de mobilização para o blog do movimento e utilização da rede facebook.
 Fonte: Relatório da ADLeste – S. SIND. SEÇÃO SINDICAL DO ANDES–SINDICATO NACIONAL, no dia 14

RESUMO DA ASSEMBLEIA DO DIA 14/06/2012

ATIVIDADES DE GREVE A PARTIR SEGUNDA-FEIRA DIA 18/06/2012 Sugestões da Comissão de Mobilização 01) Continuidade das atividades de PIQUETES de convencimento na 2ª feira – 18/06 nos horários de 6:50 e 18:50, utilizando nuguetes nos carros que queiram aderir ao movimento; 02) Confecção de panfleto a ser entregue na feira livre, 4ª feira 20/06 às 19:00 horas, com esclarecimento sobre o movimento; 03) Nas semanas seguintes, atividades na feira e/ou praça como: *palestras; contação de histórias; teatro (contatar o grupo Identidades); projeção de documentários (ex: “o ouro azul”); shows com acadêmicos e professores; 04) Carreata de professores e compra de nuguete branco para pichar os carros dos que aderiram a greve e/ou simpatizantes; 05) Envio de comunicação das atividades de mobilização para o blog do movimento e utilização da rede facebook. Fonte: Relatório da ADLeste – S. SIND. SEÇÃO SINDICAL DO ANDES–SINDICATO NACIONAL

QUADRO NACIONAL DA GREVE: Universidades Federais que aderiram a Greve


Quadro da greve
SITUAÇÃO DO MOVIMENTO DOCENTE (EM 15/06/2012 - 12h)

INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO EM GREVE

SEÇÃO SINDICAL

1.    Universidade Federal do Amazonas
1.    ADUA
2.    Universidade Federal de Roraima
2.    SESDUF-RR
3.    Universidade Federal Rural da Amazônia
3.    ADUFRA
4.    Universidade Federal do Pará
4.    ADUFPA

5.    SINDUFPA-Marabá
5.    Universidade Federal do Oeste do Pará
6.    SINDUFOPA
6.    Universidade Federal do Amapá
7.    SINDUFAP
7.    Universidade Federal do Maranhão
8.    APRUMA
8.    Universidade Federal do Piauí
9.    ADUFPI
9.    Universidade Federal Rural do Semi-Árido
10. ADUFERSA
10. Universidade Federal da Paraíba
11. ADUFPB
11. Universidade Federal de Campina Grande
12. ADUFCG

13. ADUFCG-Patos

14. ADUC-Cajazeiras
12. Universidade Federal Rural de Pernambuco
15. ADUFERPE
13. Universidade Federal de Alagoas
16. ADUFAL
14. Universidade Federal de Sergipe
17. ADUFS
15. Universidade Federal do Triângulo Mineiro
18. ADUFTM
16. Universidade Federal de Uberlândia
19. ADUFU
17. Universidade Federal de Viçosa
20. ASPUV
18. Universidade Federal de Lavras
21. ADUFLA
19. Universidade Federal de Ouro Preto
22. ADUFOP
20. Universidade Federal de São João Del Rey
23. ADFUNREI
21. Universidade Federal do Espírito Santo
24. ADUFES
22. Universidade Federal do Paraná
25. APUFPR
23. Universidade Federal do Rio Grande
26. APROFURG
24. Universidade Federal do Mato Grosso
27. ADUFMAT

28. ADUFMAT-ROO
25. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
29. ADUR-RJ
26. Universidade Federal dos Vales Jequitinhonha e Mucuri
30. SINDFAFEID

31. ADOM
27. Universidade Tecnológica Federal do Paraná
32. SINDUTF-PR
28. Instituto Federal do Piauí
33. SINDIFPI-PI
29. Centro Federal de Educação Tecnológica de MG
34. SINDCEFET-MG
30. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
35. APUR
31. Universidade do Vale do São Francisco
36. SINDUNIVASF
32. Universidade Federal de Goiás (Goiânia, Cidade de Goiás, Catalão e Jataí)
37. CLG
33. Universidade Federal de Pernambuco
38. ADUFEPE
34. Universidade Federal do Acre
39. ADUFAC
35. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
40. ADUNIRIO
36. Universidade Federal do Rondônia
41. ADUNIR
37. Universidade de Brasília
42. ADUnB
38. Universidade Federal de Juiz de Fora
43. APESJF
39. Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais

40. Universidade Federal do Pampa
44. SESUNIPAMPA
41. Universidade Federal de Alfenas
45. ADUNIFAL
42. Universidade Federal Fluminense
46. ADUFF
43. Universidade Federal do Rio de Janeiro
47. ADUFRJ
44. Universidade Federal de São Paulo
48. ADUNIFESP
45. Universidade Federal de Grande Dourados
49. ADUFDOURADOS
46. Universidade Federal de Santa Maria
50. SEDUFSM
47. Universidade Federal do Tocantins
51. SESDUFT-SS
48.  Universidade Federal da Bahia
52.  APUB
49. Universidade de Integração Latino Americana
53. CLG
50. Centro Federal de Educação Tecnológica do RJ
54. ADCEFET-RJ
51. Universidade Federal do ABC
55. ADUFABC
52. Universidade Federal do Ceará
56. CLG
53. Universidade Federal do Mato Grosso do Sul – Três Lagoas
57. CLG
54.Instituto Federal de Minas Gerais (Formiga)
58.CLG


INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO COM INDICATIVO DE GREVE

SEÇÃO SINDICAL

1.    Universidade Federal de Minas Gerais
1. APUBH/19-06
2.    Universidade Federal de Pelotas
2. ADUFPEL sem data

INSTITUIÇÕES FEDERAIS EM GREVE SEM COMUNICADO OFICIAL AO CNG

SEÇÃO SINDICAL

1.    Instituto Federal do Paraná

2.    Universidade Federal de São Carlos (Sorocaba)


Fonte: COMUNICADO CNG/ANDES-SN N.º 13
13 e 14 de junho/2012.

 


SALÁRIOS DOS POLÍTICOS x PROFESSORES

Autor Desconhecido (Imagem retirada da Internet)